Alongamento não tira dor muscular por exercício

Todo profissional de educação física ou fisioterapeuta recomenda que se façam alongamentos dos músculos antes das sessões de exercícios físicos. Atletas são vistos se alongando antes de provas, corredores se alongam antes do exercício matinal. O alongamento é feito até instintivamente pelas pessoas, quando se espreguiçam, por exemplo. 

O alongamento é um tipo de exercício que promove o aumento do comprimento das fibras musculares, o que resulta em melhora da flexibilidade do corpo. Isso faz, teoricamente, com que o corpo tenha mais agilidade e previne lesões. Porém os pesquisadores, ultimamente, têm questionado se o alongamento realmente previne a dor muscular que normalmente se sente depois de um exercício intenso.

A Cochrane revisou 12 estudos com mais de 2 mil participantes sobre o tema "dor muscular após o exercício", e obteve resultados muito firmes, mostrando que o alongamento... não tira a dor. Realizado antes ou depois do exercício, ou mesmo nos dois momentos, o alongamento não previne aquele desconforto de quem exigiu bastante dos músculos no treino. 

Pode ser que o alongamento tenha outras funções além de simplesmente prevenir a dor, como se pensava. Por exemplo: pode ser que o alongamento realmente previna lesões e melhore o desempenho no esporte. Mas o que já se sabe é que pessoas saudáveis praticando exercícios físicos poderão ter dor muscular mesmo que façam alongamentos antes, depois ou antes e depois.

 Se quiser saber mais detalhes, veja os resumos traduzidos aqui, sobre a oxigenoterapia e sobre a intervenção comportamental intensiva precoce.

http://www.cochrane.org/pt/CD004577/alongamento-para-prevenir-ou-reduzir-dor-muscular-que-surge-depois-do-exercicio