Vale a pena usar meias de compressão em viagens de avião para prevenir a trombose?

Uma revisão Cochrane analisou resultados de pesquisas com estudos publicados até fevereiro de 2016 . Foram reunidos 11 estudos  com um total de 2.906 participantes  que usaram ou não meias que melhoram a circulação das pernas em voôs de pelo menos 5 horas de duração. Essas meias comprimem a região do tornozelo, facilitando o bombeamento do sangue nos membros inferiores.

 Nenhum dos passageiros que usou as meias de compressão desenvolveu Trombose Venosa Profunda com sintomas como dor, inchaço e aumento da temperatura nas pernas nem eventos graves como coágulos de sangue nos pulmões  - a chamada embolia pulmonar - ou morte.    Menos passageiros que usaram a meia tiveram risco de desenvolver trombose venosa superficial do que aqueles que não usaram a meia. Nem todos os estudos informaram sobre possíveis problemas com o uso das meias, mas, naqueles que o fizeram, os pesquisadores disseram que as meias foram bem toleradas, sem nenhum tipo de problema.

Há, portanto, evidência de alta qualidade de que o uso de meias de compressão reduz o desenvolvimento da TVP assintomática e há evidência de baixa qualidade de que o uso da meia reduz o inchaço nas pernas.

O resumo completo dessa revisão você encontra no site da Cochrane

http://www.cochrane.org/pt/CD004002/meias-de-compressao-para-prevenir-trombose-venosa-profunda-em-viagens-aereas